terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Quem quiser receber primeiro a restituição do IR deve se apressar

SÃO PAULO – Quem declara o Imposto de Renda Pessoa Física logo nos primeiros dias recebe a restituição antes, caso tenha direito a ela. A regra é simples, mas muitos contribuintes a esquecem e deixam para entregar a declaração nos últimos dias. Por isso, quem está contando com o dinheiro da restituição deve correr e preparar logo a documentação necessária para declarar.

“A declaração pode ser preenchida de forma rápida e simples, desde que se tenha todas as informações necessárias”, ressaltou, segundo a Agência Brasil, o supervisor nacional do Imposto de Renda, Joaquim Adir.

Isso porque mesmo o contribuinte que declara no início do prazo pode ver a restituição adiada, devido à inconsistência de dados, que pode até levá-lo à malha fina. Para este ano, a Receita espera 24 milhões de declarações.

“O aumento de declarações é muito pequeno em relação a 2010 e 2009, porque foram desobrigados de declarar os contribuintes que tinham patrimônio entre R$ 80 mil e R$ 300 mil”, esclareceu Adir. Ele ainda ressaltou que, neste ano, não haverá mais formulários de papel. Com isso, Adir estima que a economia da Receita tenha sido de cerca de R$ 2 milhões.

Fique atento aos documentos

O prazo para a entrega da declaração vai de 1º de março até 29 de abril. Por isso, quem quiser declarar no início do prazo tem uma semana para preparar a documentação. E é melhor ficar atento, pois a multa mínima para quem perder o prazo é de R$ 165,74.

“Vale lembrar que, na última hora, pode haver um ou mais contratempos”, ressaltou em nota o presidente do CRC-SP (Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo), Domingos Orestes Chiomento.

“Checar informações de rendas e gastos gera uma série de dúvidas. É aconselhável que as pessoas comecem, desde já, a separar os comprovantes de pagamentos à previdência privada e oficial, às instituições de ensino regular e de doações particulares para fins de incentivos fiscais”, explicou.

O especialista também ressalta para os contribuintes separarem os comprovantes, recibos e notas fiscais relativos a serviços médicos, dentistas, fisioterapeutas, dentre outros profissionais da saúde.

Também é preciso ficar atento aos informes de rendimentos financeiros, que devem ser entregues até o fim de fevereiro pelas instituições financeiras, sociedades corretoras e distribuidoras de títulos e valores mobiliários, seguradoras e entidades de previdência privada.

Camila F. de Mendonça

Fonte: Site Contábil

Um comentário:

  1. Olá, blogueiro(a)!
    Através do programa Saúde Não Tem Preço, agora os brasileiros passam a ter acesso gratuito aos medicamentos para controle da diabetes e hipertensão.
    Seja nosso parceiro e utilize seu espaço para divulgar esta novidade. Se tiver interesse em colocar algum material da campanha em seu blog, entre em contato com comunicacao@saude.gov.br
    Para saber mais sobre a campanha, acesse: www.saudenaotempreco.com
    Você também pode nos seguir no Twitter: www.twitter.com/minsaude
    Obrigado,
    Ministério da Saúde

    ResponderExcluir